terça-feira, 28 de setembro de 2010

Refluxo Gástrico Eleitoral

      

                Enquanto lia uma reportagem de um jornal local sobre as eleições no estado, senti mal estar, tontura, falta de ar, náuseas, agonia e indignação. Drama? Então olha só. Uma candidata tem o maior tempo na televisão do que os outros e um jornal a seu favor, um esquerdista apoia a candidatura de uma ex-dama que pelos boatos, namorou pai e filho; um velho estripador, aquele que todos esperavam a tão sonhada mudança de livrar-nos do mal, volta com a cara mais lavada do mundo prometendo mudança (?), o filho do dono "dá carrim" no Supremo Tribunal e também... Chega! Pára que eu quero descer! Que sufoco! Ninguém percebe que é mesma ladainha que esses políticos fazem? Prometem, prometem... Eles são espertos. Pra quem não sabe o conteúdo da novela, aqui vai a sinopse: A Dona Branca e os seus anões (gente pequena mesmo) foi pro interior catar coquinho pro pai e fazer farinhada boa, o Estripador quer se vingar da Dona Branca e travar um duelo e um figurante quer ser Robin Hood. Final da novela: os bestas aqui chupando dedo com nariz de palhaço. Oba! O circo vai começar! Francamente. Desculpem pelas palavras duras, mas é uma verdade pra mim. Se o voto é uma arma, infelizmente pra mim é inútil por que nem bala tem. Em quem vou votar? Que candidato? Esses? Han... acho melhor ir ali na farmácia comprar um remédio... não aguento.


" Porcos num chiqueiro 
São mais dignos que um burguês
Que vive do seu trabalho honestamente
Mas este quer construir um país
E não abandoná-lo com uma pasta de dólares 
O bom burguês é como o operário
É o médico que cobra menos pra quem não tem
E se interessa por seu povo
Em seres humanos vivendo como bichos
Tentando te enforcar na janela do carro
No sinal no sinal"

(Burguesia- Cazuza)
  

0 chuviscos:

Template by:
Free Blog Templates